Presidente Nacional do PTB abre o verbo e traça perfil de FHC e outros

O Presidente Nacional do Partido Trabalhista Brasileiro (PTB), Roberto Jefferson, fez um breve relato sobre o perfil do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso (FHC) e alertou a população sobre quem realmente ele é. Falou que a esquerda está cumprindo o seu papel, que é se opor ao Bolsonaro e tentar quebrar o governo a todo custo. Falou também sobre a traição de FHC, DEM, do presidente da Câmara dos Deputados Rodrigo Maia, do presidente do senado  Alcolumbre e do governador de São Paulo, Dória.

Não parou por aí não, sobrou também para o ex-presidente Lula que foi comparado ao Lúcifer entre outros detalhes. Roberto Jefferson, há algumas semanas atrás, por falar o que pensa e entende, foi “amordaçado” pelo STF, ou melhor, pelo Ministro Alexandre de Moraes, que já é protagonista de várias decisões arbitrárias e vem seguindo uma pauta de censura frente ao cargo que ocupa no STF.

Roberto Jefferson Monteiro Francisco é advogado e político que começou sua carreira como apresentador de televisão. É o presidente nacional do PTB. Ficou nacionalmente conhecido por seu envolvimento no esquema de corrupção chamado de Mensalão, do qual participou e que foi o primeiro a delatar e sofreu sérias perseguições por conta disso. Foi condenado pelo Supremo Tribunal Federal (STF) pela prática de crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro, tendo a sua pena em um terço pela colaboração com a investigação do caso. Teve seu mandato de deputado cassado em 2005 pelo plenário da Câmara dos Deputados e foi hostilizado no meio político por denunciar abertamente o esquema criminoso orquestrado ainda no governo do ex-presidente Luis Inácio Lula da Silva. Perseguido pelos políticos, foi quase que uma caça as bruxas, tentando evidenciar o máximo possível para que sue nome e da sua família fossem manchados pela opinião pública, pelo contrário, ganhou notoriedade Nacional, elegeu sua filha Cristiane Brasil para o cargo de Deputada Federal e tem simpatia e admiração por grande parte dos brasileiros.

Deixe uma resposta