PACO DO LUMIAR: Secretaria de Finanças dobra folha e paga meio milhão de reais a funcionários

Ver. Paulo Henrique (Avante)

O Ver. Paulo Henrique (Avante) apresentou denúncias gravíssimas em sessão remota da câmara hoje (16/04) sobre a duplicação do orçamento que alcançou o teto de meio milhão de reais por mês, apenas para pagamento da folha a cargos de confiança (chefia, assessores etc), da secretaria de financas do município. O vereador em questão, aproveitou e fez uma comparação entre os anos de 2020 e 2021. Segundo o parlamentar, no ano de 2020, a referida secretaria gastou 250mil reais por mês e agora em 2021 duplicou os gastos aumentando para 500m reais mensais.

Salientou ainda, que a prefeita Paula da Pindoba (PCdoB), divulga que está cortando gastos e os números não mostram os cortes, pelo contrário, em plena pandemia, aonde todos estão passando por dificuldades e inclusive o aumento do desemprego, não se visualizou nenhuma ação da prefeitura no sentido de contenção de gastos. Falou ainda, que apenas a secretaria de financias do município, dirigida pela senhora Flávia Virginia Pereira Nolasco, representa despesas e gastos superiores ao da Câmara Municipal composta por 19 vereadores, isso mesmo, uma única secretaria gera mais despesas ao erário público que os 19 parlamentares eleitos, assista o vídeo na íntegra abaixo:

O vereador ressaltou a importância da transparência e informou que está fazendo o levantamento de todas as secretarias do município, a fim de manter a população informada dos gastos públicos e obviamente, evidenciar a transparência.

Na ocasião, o Vereador Fernando Feitosa (Avante), corroborou com o discurso do vereador Paulo e se propôs a ajudar no que for necessário para garantir a transparência.

A prefeitura por sua vez, ainda não se manifestou a respeito e com 4 meses sem fazer os repasses às escolas comunitárias do município, (lembrado pelo Ver. Paulo Henrique) vem definhando e apequenando a gestão, que deixa de priorizar o óbvio para inchar a folha de pagamento com salários vultuosos, como foi o escândalo dos super salários amplamente divulgado em 2020 pelos meios de comunicação do município.

Deixe uma resposta