PAÇO DO LUMIAR: MDB perde lideranças, fica sem candidatos para as eleições de 2020 e ventos obscuros pairam no ar

Gilberto Aroso (MDB), Ver. Carmem Aroso (PSB) e Ver. Wellington Sousa (PSB)

O Partido MDB de Paço do Lumiar, esvaziou-se e não tem pré-candidato a vereador para disputar as eleições municipais. O fato ocorreu por conta do próprio pré-candidato a Prefeito Gilberto Aroso (MDB), pois, muito antes da pré-campanha havia informado aos seus companheiros de partido que não sairia candidato e que estava em projeto de apoiar Fred Campos (PL), contudo, os candidatos foram procurando os melhores partidos para se filiarem no sentido de acharem o melhor local para disputar eleição e lograr êxito.

Acontece que com o passar do tempo, o partido foi esvaziando a tal ponto da própria presidenta do partido, vice presidente saírem do partido para se acomodarem em outros partidos, uma vez que o MDB não atingiria nem o quociente eleitoral.

Com isso, a Ver. Carmem Aroso (Ex-presidenta do MDB e atual PSB), no intuito de se manter no cargo (obviamente), se articulou com o Ver. Wellington Sousa (PSB) e largou o MDB. Com essa composição, sabemos de fato que por fora Carmem Aroso caminhará com Gilberto Aroso (MDB) por debaixo dos panos, ferindo assim o o projeto político da reeleição de Paula da Pindoba (PCdoB), ao qual o PSB está ligado. Haja vista, todo esse amaranhado de pula pra cá pula pra lá, apoia fulano, apóia sicrano, quem perde força é o pré-candidato a Prefeito Gilberto Aroso, pois, irá possivelmente disputar uma eleição sem nenhum candidato a vereador do seu lado, a não ser, sua própria tia que é vereadora, no caso, Carmem Aroso.

Outra questão importante a citar, é que Carmem não pode nem falar muito alto, pois, se houver uma simples discussão a respeito do candidato majoritário (se apóia Gilberto, se apóia Paula Pindoba) a vereadora fica em maus lençóis, pois, o projeto do PSB é Paula, se as águas correrem pra outro lado e a própria prefeita em exercício se rebarbar, é capaz de haver uma reunião secreta e Carmem ser rifada nas convenções e nem sair candidata.

Enfim, acreditamos que não aconteça isso, até porque Carmem é muito querida por Wellington Sousa, porém, há essa possibilidade  e quando há possibilidades temos que ficar com as antenas ligadas.

A outra possibilidade, é que Wellington Sousa (PSB), esteja apenas de faixada com Paula da Pindoba (PCdoB) e quando chegar a época da campanha de fato, pular para o lado de Gilberto Aroso e abandonar o barco da prefeita em exercício. Até pelo fato de Wellington Sousa, Carmem Aroso, Marinho do Paço, Julio Pinheiro e o ex-vereador irmão Campêlo, sejam muito simpáticos ao Gilberto. Essa possibilidade é bem mais fácil de acontecer. Vamos acompanhando.

Deixe uma resposta