PAÇO DO LUMIAR: Líder da Igreja Adventista ligado a Eduardo Braide recebe R$ 15 mil como assessor de prefeita do PCdoB

Ribeiro Neto, Eduardo Braide e Israel Mendes Silva (o dono do super salário)

Nomeado como Assessor Especial da prefeitura de Paço do Lumiar em janeiro de 2020, Israel Mendes Silva é mais um das dezenas de funcionários fantasmas da gestão luminenses que recebe R$ 15 mil por mês, mas efetivamente, não exerce o cargo no qual foi nomeado pela prefeita Paula da Pindoba.

Lotado na secretaria Municipal de Direitos Humanos, Israel Mendes é coordenador da Ação Solidária da Igreja Adventista (ASA) no bairro da Cidade Operária, em São Luís. E usa o nome da igreja para fazer política partidária junta diversas figuras políticas visando o votos dos fiéis.

De acordo com a folha de pagamento acima, o líder religioso adventista possui um ‘salário base’ é de R$ 5 mil, com mais R$ 5 mil de gratificação técnica de nível superior e outros R$ 5 mil de de indenização de transporte, alcançando o toral de R$ 15 mil.

O mais intrigante é que Israel tem ligações políticas com o deputado federal Eduardo Braide e o vice-presidente estadual do PMN, Ribeiro Neto.

Ficam dois questionamentos:

1º: Será se a direção estadual da Igreja Adventista tem conhecimento das artimanhas de Israel Mendes?

2º: Como a direção estadual do PCdoB permite a prefeita Paula usar o dinheiro público de Paço do Lumiar para potencializar um adversário do seu próprio partido, no caso, Braide?

Deixe uma resposta