PAÇO DO LUMIAR: Blocos partidários já se formam em torno de um nome para a Presidência da Câmara

Vereadores Fernandinho, Fernando Feitosa, Ana Lucia, Miércio e Paulo Henrique

A maior bancada de vereadores eleitos no município de Paço do Lumiar-MA, é a do partido avante com 4 novos vereadores eleitos, são eles: Paulo Henrique com 1306 votos (o mais votado), Fernando Feitosa com 804 votos, Miércio com 703 e Fernandinho com 651 votos. Esse quarteto, mesmo após as eleições municipais, vem se reunindo e traçando estratégias no sentido de votarem juntos, ou seja, a bancada toda irá votar no mesmo candidato a Presidência da Câmara Municipal de Paço do Lumiar. Fato este, que de certa forma os deixaram mais unidos e coesos.

Com toda essa movimentação, os novatos eleitos do partido Avante, estiveram juntos hoje com mais uma campeã de votos, a única vereadora eleita do partido PSD, Ana Lucia que obteve 1.004 votos e se reelegeu, a qual se juntou ao bloco no sentido de compor a articulação da eleição da câmara municipal que se avizinha. Agora, o bloco é composto por 5 votos, já pesa e tem tudo para se organizarem na mesa diretora.

O nome ainda não foi definido, haja vista, a base do segundo colocado nas eleições ao cargo de prefeito a Fred Campos, ter formado 14 vereadores, a maior bancada já eleita de um mesmo grupo político na história de Paço do Lumiar. Porém, desses 14 vereadores eleitos, 11 ainda estão ligados diretamente a Fred campos, dois já debandaram (Fernando Muniz e Miau) e um está evasivo, não se tem tanta confiança que irá permanecer no grupo (não irei citar o nome por uma questão de ética).

Ao que tudo indica, é que os vereadores eleitos da base de Fred, estão se organizando em blocos e se juntando aos poucos sem interferência externa.  O segundo bloco formado pelo Partido Liberal (PL), é composto por 3 vereadores, Mary do Mojó 719 votos, Rafael Neves 648 votos e Bianca Mendes 641. Eles, caso formem um bloco, serão decisivos caso se unam ao Avante, pois, existem os partidos que elegeram apenas um vereador e assim em cada diálogo surge uma articulação. O PL por exemplo, poderá articular um desses vereadores solitários a compor e assim os blocos serão formados para a construção do nome que seja consenso para presidi-los.

Ocorre também, não apenas os cargos na mesa diretora, como também articulação para líderes da maioria, da minoria, de oposição e até do governo, etc.. e assim vai se consolidando o desenho para a presidência da câmara.

O nome do vereador Jorge Maru, para ocupar a presidência deu uma esfriada, está perdendo a evidência, o que pode alegrar alguns postulantes novatos que já demonstraram interesse como Miércio e Fernando Feitosa. Entramos em contato com os vereadores para perguntar quem seria o nome e fizeram um certo mistério, mas, sabemos que há uma preferência, porém, nada anunciado até o momento, obviamente, para não atrapalhar as articulações em meio a todo esse processo.

Inácio Ferreira (PTB), segue fazendo o dever de casa e está transitando bem entre os nomes para ocupar a cadeira de presidente

Por outro lado, a base da Prefeita Paula Azevedo (PCdoB), observa as mudanças e costura um possível nome, ao que indica, Inácio Ferreira (PTB), ainda se mantém mais articulado e em evidência rumo a presidência,  já que o atual Presidente Fernando Muniz (PP) não se viabilizou devido o histórico não muito agregador. Segundo fonte confiável, não há coalizão sem que haja permanência efetiva do vereador reeleito Inácio Ferreira, ou seja, Inácio ainda está a frente de qualquer queda de braço para que haja união do grupo em sua totalidade.

Mais novidades iremos informar…

 

Deixe uma resposta