LAVA JATO: Obras de arte apreendidas no Maranhão já se encontram em Museu

WhatsApp Image 2021-01-14 at 17.27.52.jpeg
A Polícia Federal realizou, na tarde de ontem (14/1), a entrega de aproximadamente 100 obras de arte ao Museu Oscar Niemeyer (MON), em Curitiba.

As obras foram apreendidas na última terça-feira (12/1), durante a deflagração da 79ª fase da Operação Lava Jato, que cumpriu onze mandados de busca e apreensão, em cinco cidades do Brasil. Dentre as apreensões, a Polícia Federal localizou obras de arte que ficarão sob a guarda do Museu Oscar Niemeyer (MON).

Foram identificadas peças de diversos artistas plásticos como Adriana Varejão, Alfredo Volpi, Anna Bella Geiger, Beatriz Milhazes, Lygia Clark, Iberê Camargo, Mariana Palma, Renê Machado, Sandra Cinto, Vik Muniz, entre outros.

No Maranhão os alvos foram: Márcio Lobão e Edison Lobão Filho, filhos do ex-ministro de Minas e Energia Edison Lobão.

As investigações apuram fraudes na Petrobras e na Transpetro, em um esquema que envolveu diretores e altos executivos das empresas. Segundo a PF, foram pagos R$ 12 milhões em propina em contratos da Transpetro entre 2008 e 2014. Os pagamentos eram lavados através da compra de obras de arte e imóveis.

As obras passarão por um laudo pericial que vai atestar a originalidade, bem como as condições atuais de cada uma delas. Veja abaixo algumas das obras que foram apreendidas no Rio de Janeiro, Maranhão, Distrito Federal e em São Paulo.:

WhatsApp Image 2021-01-14 at 17.25.01.jpeg
WhatsApp Image 2021-01-14 at 17.27.53.jpeg
WhatsApp Image 2021-01-14 at 17.27.54 (1).jpeg
WhatsApp Image 2021-01-14 at 17.27.54.jpeg
WhatsApp Image 2021-01-14 at 17.30.56 (1).jpeg
WhatsApp Image 2021-01-14 at 17.30.56.jpeg

MATÉRIA: Dr. Canta Pedra
EDIÇÃO: Moreira Neto 

Deixe uma resposta