JOSIMAR DE MARANHÃOZINHO E CARLOS BRANDÃO PODERÃO ENGOLIR O SENADOR WEVERTON ROCHA

Dep. Federal Josimar de Maranhãozinho (PL) e o Governador Flavio Dino (PCdoB)

Diante o que revelou as eleições de 2020, aonde Josimar de Maranhãozinho (PL) conseguiu aumentar seu grupo politico, levando para sua conta 40 prefeitos eleitos, podendo chegar a 41 caso o prefeito de Bacuri Dr. Washington (PSC) que concorreu sub judice pode ter sua eleição anulada, nesse caso, um filiado do partido Marcio Hominho (PL), poderá ser declarado eleito.

Isso, mostra o quanto cresceu o parlamentar mais bem votado do maranhão. Confiante em seu grupo político, nas bases que foi adquirindo ao longo da caminhada, Josimar se mostra bastante confiante na disputa de 2022. levando consigo 40 ou 41 prefeitos eleitos, fora os que não se elegeram e que tem acordo firmado para 2022.

Por outro lado, Carlos Brandão (Republicanos), vice Governador do Estado, presidente do Conselho de Administração da Empresa Maranhense de Administração Portuária (Emap), ao que tudo indica, está colocando panos molhados no projeto do então Senador da República  Weverton Rocha (PDT) que também é homem forte do governo Flavio Dino (PCdoB) e ambos são pretensos candidatos ao executivo estadual.

Vice Governador Carlos Brandão (Republicanos) e Senador Weverton Rocha (PDT)

Ocorre que o silencio do senador nas eleições de São Luis – MA, deixou uma certa “pulga atrás da orelha” do governador Flavio Dino, que em contrapartida, vem recebendo pressões internas para a retirada das pastas que o senador comanda no Estado, atualmente detentor do DETRAN, SEDES e se perder a simpatia do governador poderá perder apoio para a conquista da FAMEM que está com o prefeito de Igarapé Grande  Erlânio Xavier (PDT)  e até o comando da câmara de vereadores de São Luís, podendo sair das mãos de Osmar Filho (PDT). É um jogo escorregadio e arenoso, ou o Senador Weverton Rocha (PDT) abaixa a cabeça e vai tomar benção no palácio dos leões ou os leões irão rugir…

Contudo, a possível saída de Flavio Dino do cargo de governador  para a disputa à Presidência do Brasil, vice presidente ou até mesmo senador, gera um certo conforto a Weverton Rocha (PDT) que enche o peito para dizer que levou milhões de votos a condução do cargo que ocupa, algo que lhe rendeu várias pastas no governo e lideranças em outras instituições. Entretanto, a inercia do senador principalmente nas eleições de São Luís, fizeram com que o próprio vice governador do estado, Carlos Brandão (Republicanos), que tem pretensões ao executivo dê uma freada nos planos de Weverton, pois, o Republicanos, partido do vice governador, com 25 prefeitos eleitos, poderá se aliar a Josimar de Maranhãozinho (PL) e assim tirar o sonho do senador em comandar o estado.

A briga pra quem senta na cadeira do executivo é gigante e de gente grande. Ninguém quer ficar para trás, só resta saber se há uma futura união entre Brandão e Josimar. Caso venha a calhar, somaria 65 ou 66 prefeitos eleitos compartilhando o mesmo ideal. quem será o nome? Governador Brandão (já sentado na cadeira do executivo, devido o afastamento de Dino por conta das eleições a presidência, vice ou senado) ou de Josimar de Maranhãozinho? quem será de vice de quem?

Pois, mesmo com 42 prefeitos eleitos do PDT no maranhão, as coisas para o senador Weverton Rocha, não estão nada boas nesse sentido para ele.

Redação: Moreira Neto
Edição: Dr. Canta Pedra 

Deixe uma resposta