DETRAN: Sem diálogo, sem credibilidade com a categoria, Larissa Abdalla derrete e leva governo junto

Imagem Extraída do site do SINSDETRAN

Larissa Abdalla (PDT), segue em desarmonia com servidores e o próprio Sindicado da categoria. Suas ações frente ao Departamento de Trânsito têm sido ardilosas e não está agradando nenhum setor, porém, ainda se mantém no cargo, mesmo desgastada e sem abertura com os próprios funcionários e categorias afins, a diretora não mede esforços para continuar vilipendiando todos que compõem o órgão. Nariz empinado e com o título do senador Weverton Rocha (PDT) carimbado em suas costas, a mesma age como se não estivesse derretendo. A Briga está feia e pelo jeito, o que vai derrubá-la da cadeira não será apenas Carlos Brandão com a indicação de um novo nome possivelmente do partido Republicanos, para compor o órgão, que a própria inabilidade de tratar pessoas e segmentos, pela atual diretora já é inerente a ela e o que é pior, suas ações estão levando o próprio governo juntos. A imagem acima já demonstra isso, a insatisfação da categoria com a diretora e ainda respingos de aversão ao próprio govenador Flávio Dino (PCdoB), devido a insistência de mantê-la no cargo.

Abaixo, segue na íntegra, a denúncia do próprio SINSDETRAN, que de forma detalhada nos expõe os desmandos praticados pela gestora, vejam:

SINSDETRAN EM COMENTÁRIO PUBLICADO EM MATÉRIA VEICULADA NO DIA 19/01, REVEJA CLICANDO AQUI

Vive-se um momento ímpar no Detran, não por parte dos apadrinhados políticos que o dirigem, mas pelos servidores públicos, sobretudo os que lá estão desde a sua criação, pois, pela primeira vez, estão acreditando que a lei e a moralidade prevalecerão, principalmente com o fim da TERCEIRIZAÇÃO ILÍCITA, a qual tão somente os desprestigia, desvaloriza e furtam-lhe o mérito.

Os servidores do Detran em todo o Estado do Maranhão estão extremamente esperançosos que essa onda de ilegalidades e perseguições está próxima do fim.
Ninguém pense que os poucos comentários feitos nas matérias que saem na mídia demonstram desatenção dos servidores, isso é apenas receio de retaliações, principalmente por parte daqueles que estão em estágio probatório.

Em realidade, cada notícia que sai na mídia é amplamente divulgada nos grupos de WhatsApp dos servidores e discutidas privativamente.

O Detran vive um momento no qual os servidores não aguentam mais tanta opressão, desvalorização e perseguições.

O Sinsdetran representa toda a histórica insatisfação de seus servidores, os quais estão com seus salários congelados há cerca de 8 (oito) anos, auxílio-alimentação há mais de 3 (três) anos, gratificação desigual, desvalorização, principalmente dos servidores antigos (alguns com mais de 30 anos de serviços prestados) etc.

Com o apoio incondicional do Deputado Wellington do Curso, o sindicato passou a equilibrar as forças, podendo brigar de igual para igual contra a diretoria do Detran, pois, afinal, enquanto a assessoria jurídica do Sinsdetran conta com apenas uma advogada (muito talentosa, diga-se de passagem), o Detran dispõe de 16 (dezesseis), 1 (um) assessor jurídico comissionado e 15 (quinze) advogados terceirizados, sem contar os estagiários.

Com o fim da TERCEIRIZAÇÃO ILEGAL, quem mais ganha é a população, pois contará com uma prestação de serviço mais qualificada e até com taxas mais baixas, pois um servidor custa 3 (três) vezes menos que um terceirizado.

Com a palavra, a Diretora Larissa Abdalla, principalmente o MP e o TCE e claro, o governador Flávio Dino.

MATÉRIA: Moreira Neto 
EDIÇÃO: Demônio das Sombras 

9 pensou em “DETRAN: Sem diálogo, sem credibilidade com a categoria, Larissa Abdalla derrete e leva governo junto

  1. Não há nenhuma palavra sem verdade. Desde a criação da lei do cargo, o salário da carreira de assistente de trânsito permanece o mesmo, bem próximo de um salário mínimo. Com a inflação galopante que vivemos, cada vez mais o governo nos escraviza, pois nao há um plano de carreira que motive os servidores. Tanto o mais atualizado servidor quanto o menos atualizo recebem o mesmo valor porque não existe nenhum plano desta diretoria ou governo para valorização dos servidores. Ao contrário, cada vez mais nos convidam para trabalhar sábado, exceder o horário de atendimento e treinamentos em domingos e feriados. Enfim, enquanto os salários de terceirizados e comissionados dariam pelo menos para corrigir o valor do auxílio alimentação congelado também nessa gestão.

  2. O Detran nunca esteve tão repleto de pessoas atuando em benefício próprio e de terceiros. A insatisfação é geral. Servidores, despachantes e usuários sofrem com a falta de gestores qualificados. As autoridades devem fiscalizar de perto o Detran, pois do jeito que está não dá mais para continuar.

  3. Toda solicitação de aumento aos servidores sempre volta negada com a seguinte justificativa: Não existe orçamento. Mas as terceirizações milionárias não param. Em se tratado do segundo órgão que mais arrecada para o estado seria até hilárias as justificativas senão fosse trágico.

Deixe uma resposta