DETRAN-MA: Durante fortes chuvas, usuários e instrutores são impedidos de entrar em sala destinadas aos examinadores

Ocorreu na tarde desta terça feira (21), forte chuva na região metropolitana de São Luís-MA, com toda essa situação, vários alunos que estavam se submetendo ao exame prático de direção e vários instrutores de trânsito, foram obrigados a ficar na chuva. Segundo denúncias, o único local que estava protegido contra a chuva era a sala dos examinadores de trânsito e ao tentarem se proteger da chuva, candidatos e instrutores foram convidados a se retirar e permanecerem na chuva. Vejam na íntegra, o vídeo que mostra a situação real do que aconteceu hoje, lamentável…

“Absurdo, aonde já se viu obrigarem ficarmos na chuva tendo uma sala ampla para acomodar a todos em segurança? Inadmissível que isso aconteça, vou gravar esse vídeo e colocar em todas as redes sociais” Comentou um instrutor de trânsito que nos  encaminhou a denúncia.

Tentamos entrar em contato com a coordenação de habilitação para colher mais informações, porém, até o fechamento dessa edição não fomos atendidos.

Vale ressaltar, que a sala protegida que citamos na matéria, se trata de uma sala que era destinada à espera de uso dos instrutores e dos alunos, ou seja, essa mesma sala foi designada para o uso dos examinadores e os usuários foram jogados para o lado de fora para pegar sol e chuva e até o momento não foi realocado nenhum novo espaço seguro para os usuários e credenciados. 

Após muita discussão, exposição do órgão e reclamações, os alunos e instrutores foram autorizados a permanecerem na sala dos examinadores, embora já estarem molhados e com o psicológico abalado por conta de toda a discussão. Isso demonstra além de falta de respeito com a dignidade da pessoa humana, bem como despreparo de quem impediu a entrada das pessoas, tratando todos como se fossem lixos, nesse caso, deveria haver um processo administrativo disciplinar (PAD), contra a pessoa responsável por todo esse show carnavalesco.

Matéria: Moreira Neto 
Edição: Camila Lemos 

Deixe uma resposta