DETRAN-MA: Diretora Larissa Abdalla, tenta de forma obscura renovar contratos até 2023, é o PDT plantando para 2022

Imagem extraída da página do Instagram criada para denunciar os desmandos da Diretora Larissa (PDT), no final da matéria tem o link do insta para que todos possam seguir.

Isso mesmo, a molecagem está tão grande no DETRAN-MA, que servidores incontentes com a gestão desastrosa de Larissa Abdalla (PDT), que é apadrinhada de Weverton Rocha (PDT), que almeja ser o próximo governador, tenta a todo custo renovar contratos até 2023 com o intuito de “acabidar” a maioria dos pedetistas no órgão, no sentido de angariar a maioria de votos possíveis para o candidato ao governo do Estado  Weverton Rocha  (PDT) em 2022,

Parece até que não estão sendo observados, com contratos absurdos… Está tão na cara que a cada ação da Diretora Geral, os servidores efetivos se retorcem de tanto nojo. Nunca houve na gestão do Detran, tamanho autoritarismo e agregados que não sabem nem o significado de RENACH (Registro Nacional de Condutores Habilitados) que “trabalham” apenas para cumprir acordos de militantes e enquanto isso os concursados ficam a ver navios. Cargos de chefia e Coordenação, são escolhidos a dedos para beneficiar o projeto do Senador Weverton e tem mais, se não der uma de babão da toda poderosa Larissa, tá fora…

Veja na íntegra o que escreveram na página do insta sobre os absurdos que acontecem no DETRAN-MA, na cara dura e os próprios funcionários denunciam:

SINSDETRAN ***** A diretoria (com “D” minúsculo) do Detran tem comido o pão que o diabo amassou para conseguir renovar os contratos milionários com as empresas fornecedoras de mão de obra terceirizada*****

Tudo Caminhada muito bem  e a diretoria do detrn já comemorava mais um aditivo dos contratos de terceirização para até 31/12/2023. É isso mesmo! 2023. Pasmem!

É importante ressaltar que esses contratos custam cerca de 4,5 milhões de reais aos cofres públicos, além, de servirem como cabide de empregos para indicados políticos (PDT). A diretoria do Detran só não contava com a com a brava e altamente técnica atuação dos Sindicato dos Servidores do Detran (Sinsdetran), que vem travando uma verdadeira guerra extra judicial contra as astuciosas práticas da autarquia de trânsito para lubridiar as autoridades competentes, como o Ministério Público do Trabalhoe a Justiça do Trabalho.

Para complicar ainda mais a vida dos atuais gestores em sua grande maioria pedetistas,  do Detran, o Dep. Wellington do Curso (PSDB), entrou na guerra, dedicando-se ao caso com firmeza. A terceirização no Detran era pra ter sido cessado no dia 31/12/2020, segundo determinação do Juízo da 2ª Vara do Trabalho de São Luís, que só autorizou a permanência dos terceirizados da área da informática, em virtude de peculiaridades do sistema informatizado do DETRAN.

Ocorre que, sorrateiramente, o Detran acionou o Plantão Judicial, induzindo o Juiz Plantonista a erro, o que culminou em uma autorização para aditar os contratos por mais 60 (sessenta dias). Detectada a má fé processual e já devidamente comunicada às autoridades competentes, tudo indica que esse imbróglio ainda vai acabar em uma vara criminal.

Acessem todo o conteúdo das denúncias, através do Instagram criado para Denunciar as arbitrariedades dessa senhora que só tem causado intrigas e claro, a diminuição do crescimento e desenvolvimento do Órgão CLICANDO AQUI!

Seguiremos com mais escândalos e negociatas a respeito do assunto… Nossa equipe está imbuída em cada detalhe referente às ações desta senhora que vem a cada dia destruindo o DETRAN.

MATÉRIA: Moreira Neto
EDIÇÃO: Dr. Canta Pedra

 

Deixe uma resposta