DETRAN MA: Diretora Geral Larissa Abdalla inventa prova teórica para que motoristas profissionais possam dirigir

Diretora Geral Larissa Abdalla e Diretor Operacional David Ximenes ambos do DETRAN-MA

Como se não existisse mais nada para piorar a situação dos usuários do serviço do DETRAN-MA, temos agora mais uma obrigação a ser cumprida, desta vez uma prova para atestar a capacidade dos condutores de ambulâncias, produtos perigosos (MOPP), transporte escolar, coletivo, mototaxista, motofretista e de cargas indivisíveis.

Ocorre que as mudanças acontecem no DETRAN – MA, sem que haja nenhum tipo de comunicação com os Centro de Formação de Condutores (CFC’s), mais conhecidos pelo nome de autoescolas. Toda e qualquer mudança acontece de cima pra baixo e isso é marca registrada da Diretora Geral Larissa Abdalla que não reúne a categoria há anos para receber o feedback da sua péssima gestão frente ao órgão.

Trecho da Resolução do Contran de nº 789, datado do dia 18 de junho de 2020

O Conselho Nacional de Trânsito (CONTRAN), através da Resolução 789/2020, estabelece as diretrizes dos cursos especializados no capítulo IV, art. 27 e não há no texto nada que fale sobre prova teórica para que os motoristas profissionais possam exercer sua profissão. A discussão nos bastidores é que a Diretora está tentando empurrar de goela a baixo a obrigatoriedade da prova para que seja arrecadado milhões de reais em taxas de exame teórico e claro, colocar no fogo o nome do Diretor Operacional David Ximenes que está com os pés praticamente na rua, por ainda ocupar o cargo na cota do Ex-Deputado Simplício Araújo e outras lideranças já questionam o cargo, ainda mais por conta dessa obrigatoriedade absurda.

Vale ressaltar, que tal medida está sendo cobrada apenas no Estado do Maranhão, se a moda pega, poderão todos os estados da federação seguir essa mesma orientação temerária, haja vista, a Diretora Geral do Detran, Larissa Abdalla, está atualmente ocupando o posto de Presidente da Associação Nacional dos Detrans (AND), o que de certa forma poderá influenciar alguns diretores de outros estados brasileiros, com isso, quem perde é mais uma vez o cidadão, nesse caso específico, quem está perdendo são os cidadãos maranhenses.

Foi publicado um memorando do DETRAN-MA de Nº 05/2020 no dia 24 de novembro de 2020 (CLIQUE AQUI) e pasmem, tal informação contida, não menciona nenhum artigo, parágrafo, que venha a corroborar a obrigação imposta pela Diretora Larissa e pelo Diretor Operacional David Ximenes.

É inadmissível que essa obrigação se sustente sem que outros órgãos venham a interferir nessa decisão. Esperamos posicionamento da direção do Sindicato dos Proprietários de Autoescolas do Maranhão (SINDAUMA) que tome providências a respeito e a própria população que ganhe as redes sociais e se manifeste contra essa arbitrariedade. Comentou um proprietário de autoescola que não quis se identificar por medo de represálias.

Já circulam informações que cabeças irão rolar, o próprio Governador do Estado, já comentou em suas redes sociais, tudo isso por conta da inércia de alguns políticos em relação a apoio a candidatura de Duarte Junior (Republicanos) em São Luis-MA, agora, com mais essa noticia o governador está com a faca e o queijo na mão para começar as fazer os cortes.

Duarte Junior já foi cogitado a assumir o DETRAN no lugar de Larissa e boatos correm que David Ximenes será o primeiro a ser exonerado, pois, as coisas já estão se desenhando e no momento ele é o mais frágil por estar na cota de Simplício Araújo que está sem mandato e sem força, já Larissa está na cota do Senador  Weverton Rocha (PDT) o que dá um pouco mais de tranquilidade, porém, o senador anda meio arranhado com o governador e tudo indica que as mudanças irão acontecer. Caso aconteça, o nome para fazer as mudanças que o DETRAN precisa, será o menino prodígio do Procon, que possivelmente irá deixar sua marca no Órgão.

Vamos acompanhando o desenrolar de toda essa reviravolta de possíveis mudanças de cargos e dessa obrigatoriedade empurrada de goela abaixo por esses dois diretores, Larissa e David.

Reportagem – Moreira Neto 
Edição – Dr. Canta Pedra 

 

Deixe uma resposta