PEC que aumenta repasse a municípios pode ser votada hoje (22) terça-feira

Maryanna Oliveira/Câmara dos Deputados
Votação de propostas. Presidente da Câmara dos Deputados, dep. Rodrigo Maia

Rodrigo Maia: “Eu concordo com as preocupações fiscais, mas há uma expectativa grande e eu preciso cumprir a minha palavra no último dia de sessões deliberativas”

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), decidiu pautar para esta terça-feira (22), às 18 horas, a PEC 391/17, que aumenta em 1 ponto percentual os repasses de alguns tributos da União para as cidades, por meio do Fundo de Participação dos Municípios (FPM). A proposta custará cerca de R$ 35 bilhões ao governo.

Ontem, segunda-feira (21), alguns partidos da base governista promoveram obstrução contra a pauta de Maia.

O presidente da Câmara afirmou que caberá ao governo organizar sua base e retirar a proposta da pauta por meio do voto. “Eu concordo com as preocupações fiscais, mas há uma expectativa grande e eu preciso cumprir a minha palavra no último dia de sessões deliberativas”, disse.

Maia afirmou que pautou a proposta a pedido do deputado Júlio Cesar (PSD-PI) e da Frente Parlamentar de Defesa dos Municípios.

“Para ser correto com o governo, como sempre fui e vou continuar sendo, eu vou fazer a seguinte concessão: vou tirar a PEC do dia de hoje, pauto no dia de amanhã, e o governo pode organizar a base para apresentar e aprovar a retirada de pauta. Assim, não tentam transferir para mim a responsabilidade que é de todos”, disse Rodrigo Maia.

O presidente da Câmara mencionou o desgaste causado após ter sido acusado pelo presidente Jair Bolsonaro de ser o responsável pelo fim do 13º do Bolsa Família.

Obstrução do governo
A sessão de ontem, segunda-feira foi marcada pela obstrução de partidos de centro ligados ao governo Bolsonaro. O deputado Giovani Cherini (PL-RS) disse que os parlamentares não foram ouvidos sobre a pauta e acusou Maia de tentar agradar a esquerda no final do seu mandato por conta do embate com o chefe do Executivo.

“Vossa excelência está contra o presidente, não tem problema, é natural e democrático que faça isso. Agora, usar a Câmara para colocar uma pauta sem discutir com os líderes, sem ser transparente, é muito ruim para o final de mandato”, afirmou Cherini.

PSD, Republicanos, Avante, Podemos e outros partidos se juntaram à obstrução na sessão.

Maia rebateu as críticas e afirmou que a PEC teve o primeiro turno aprovado no final do ano passado. “Não foram cinco sessões de espera, foram 12 meses de espera. Eu tenho certeza de que ninguém vai dizer que a colocação da PEC na pauta significa qualquer surpresa a qualquer parlamentar na Casa”, disse. Ele destacou ainda que todas as propostas pautadas tiveram requerimentos de urgência aprovados por todos.

Reportagem – Carol Siqueira
Edição – Pierre Triboli / Moreira Neto

 

GOVERNO DO ESTADO INICIA CAPACITAÇÃO SOBRE NOVA MODALIDADE DE PAGAMENTO DO BOLSA FAMÍLIA

Capacitação iniciou apresentando a nova modalidade de pagamento

Para orientar os gestores dos 217 municípios maranhenses sobre as diretrizes gerais da nova modalidade de pagamento do Programa Bolsa Família, a Secretaria de Estado do Desenvolvimento Social (Sedes) iniciou, nesta segunda-feira (21), a primeira etapa da capacitação com as informações do Ministério da Cidadania sobre o aplicativo do Poupança Digital.

O secretário da Sedes e presidente do Fórum Nacional de Secretários de Estado da Assistência Social (Fonseas), Márcio Honaiser, explicou que as capacitações irão orientar as equipes municipais de trabalho do Programa Bolsa Família, uma das estratégias do Governo do Estado para assegurar o direito do auxílio das famílias beneficiárias.

“Nosso objetivo é que a nova forma de pagamento do Programa Bolsa Família não prejudique os beneficiários que não possuem um smartphone ou acesso à internet para consultar o aplicativo e receber o seu benefício. Estamos replicando com urgência as informações necessárias para que, mesmo com o período de transição das gestões municipais e de pandemia, as famílias sejam orientadas e consigam receber o recurso”, disse o secretário.

O ciclo de capacitação iniciou apresentando a nova modalidade de pagamento do programa e instruindo os participantes sobre as ferramentas da Poupança Digital. A segunda etapa da capacitação acontecerá no dia 29 de dezembro com a participação da Caixa Econômica Federal, onde será discutida a preparação das agências municipais de pagamento dos recursos para o atendimento da população.

Na íntegra do sítio do Governo MA

SÃO LUIS – O Prefeito Eleito Eduardo Braide, Anuncia o nome de mais três secretários

Três novos secretários foram anunciados pelo prefeito eleito Eduardo Braide

Hoje Segunda-feira (21) o Prefeito Eleito Eduardo Braide (Podemos), anunciou em suas redes sociais mais três secretários que irão compor sua equipe a partir de 2021. Abaixo vejam os nomes e a pasta que cada um irá comandar.

  • Katia Bogéa – será a presidente da Fundação Municipal do Patrimônio Histórico;
  • Rosangela Bertoldo – assumirá a Secretária Municipal de Assistência Social;
  • Marcos José de Moraes Affonso Júnior –  Assumirá a Secretaria Municipal de Segurança com Cidadania,

Semana passada, mais precisamente na sexta-feira (18), ele anunciou o nome dos primeiros três secretários que comporão a gestão municipal veja abaixo:

  • Verônica Pires – secretária de Projetos Especiais;
  • Simão Cirineu – secretário de Planejamento;
  • José de Jesus Azzolini – secretário de Fazenda.

O anúncio dos nomes dos três primeiros secretários foi feito no dia seguinte, após a diplomação do prefeito eleito e sua vice Professora Esmênia Miranda (PSD), pelo (TRE-MA).

S.J.RIBAMAR: Favorita, Mulher deverá ser a primeira eleita da história a presidir Câmara Municipal

Vereadores que irão compor com Francimar em ato de Diplomação

O Partido Liberal (PL), elegeu 2 (dois) vereadores, Chrystiane Dourado 1.210 votos,  e Francimar com 758 votos. Todas duas da base e do mesmo partido do prefeito Eleito Dr. Julinho (PL). Ao todo, São José de Ribamar, conta com 21 vereadores, sendo que boa parte dos eleitos são da base do prefeito Julinho.

A movimentação da votação da Presidência da Câmara Municipal, está bem adiantada e quem está despontando na frente como a preferida é a vereadora Eleita Francimar (PL). O nome agrega muito por conta da proximidade que a mesma tem com o Prefeito Dr. Julinho (PL), pois, além de serem amigos e de extrema confiança do prefeito, ela tem trânsito livre com vários vereadores de todos os grupos políticos de São José de Ribamar. Articulada e com boa desenvoltura, a mesma tem feito o dever de casa e conversado com vários parlamentares.

Segundo interlocutor bem posicionado do blog, vereadores de diferentes grupos já sentaram com a mesma e estão fechados, pois, Francimar já conta 14 votos certos e já está praticamente emplacada, haja vista, a maioria desejar compor com ela, entretanto, mesmo sendo vereadora de primeira viagem, eleita pela primeira vez, já está demonstrando liderança e traquejo político, no que diz respeito à aglutinar votos e bancadas.

Apesar do Prefeito Eudes Sampaio ter feito dois vereadores no seu partido, o mesmo anda sem ações para aglutinar e especula-se que Luis Fernando junto ao prefeito irão tentar influenciar na decisão do lado de fora. Sem força e sem base, temos a convicção que Luis Fernando não irá querer se envolver, afinal, as chances de pegar outra taca é notória.

Já o presidente Beto das Vilas, não se opõe ao nome de Francimar, haja vista ter disputado o cargo de Prefeito e não ter logrado êxito, seu grupo está caminhando na construção da primeira mulher presidente no parlamento municipal de São José de Ribamar.

Vereadora Francimar PL, Prefeito Dr. Julinho PL e Serra Alta Republicanos.

A conjuntura mais provável é que Francimar (PL), aos 44 anos e filha do ex vereador Mazinho e amigos de extrema confiança de Dr. Julinho, deverá ser a primeira Mulher a ser eleita a presidir a casa legislativa.

Nesse jogo de cartas marcadas, Dr. Julinho (PL), ao que tudo indica, ganhará a queda de braço mais uma vez.

Mais informações iremos postar ao longo da semana…

REPORTAGEM: Moreira Neto
EDIÇÃO: Mário Filho 

PAÇO DO LUMIAR: Movimentação em torno de secretarias poderá beneficiar vereadores derrotados nas urnas

Vereadores derrotados nas urnas poderão assumir mandato, na foto, Carmem Aroso e Julio Pinheiro, ambos (PSB).

Conforme já mencionamos aqui, REVEJA, alguns vereadores eleitos poderão assumir secretarias no sentido de abrir vagas para alguns vereadores derrotados nas urnas. É certo que o vereador Wellington Sousa (PSB), assuma uma secretaria e com isso quem sobe é a primeira Suplente Carmem Aroso (PSB), porém, a briga não pára por ai, pois, Gilberto Aroso (MDB), está de olho na secretaria de Educação, a pasta é uma das mais importantes da gestão e caso a prefeita eleita entregue de mão beijada a vereadora Carmem, por indicação de Gilberto, quem será chamado para assumir a vaga da suplente de vereador será o candidato derrotado Julio Pinheiro (PSB). 

É de suma importância relatar que a Suplente de vereador Carmem Aroso (PSB), apesar de sua competência na área da educação, não tem tino político, carisma e muito menos força para assumir tal pasta. Contudo, Gilberto Aroso força sua ida para uma possível secretaria. É obvio, que ao pedir uma secretaria do patamar da Educação, no mínimo, se não se concretizar, virá uma secretaria de médio porte, a ideia é essa, brigar pela maior para ver se cola e se não colar ficar no meio termo.

Entretanto, braço direito da prefeita Paula Azevedo (PCdoB), trabalha nos bastidores para que as melhores secretarias não fiquem nas mãos de políticos e sim de técnicos, pois, segundo ele (a), daria muita visibilidade a estes políticos e facilitaria a vida dos mesmos durante as eleições de 2024, ou até mesmo criar e manter bases para as eleições de 2022.

Vale ressaltar que essa mesma pessoa que trabalha nos bastidores e “orienta” a prefeita sobre as possíveis indicações e tenta opinar sobre direcionamentos das pastas, pediu descrição e continua a nos enviar informações pertinentes a cerca de cada assunto sobre nomeações.

REPORTAGEM: Moreira Neto
EDIÇÃO: Dr. Canta Pedra / Mário Filho 

Capitão Augusto se lança candidato a presidente da Câmara dos Deputados

Luis Macedo/Câmara dos Deputados
Deputado capitão augusto discursa no plenário

Capitão Augusto diz que existe a possibilidade de ir para o segundo turno

O deputado Capitão Augusto (PL-SP) divulgou nota na qual afirma que é candidato à Presidência da Câmara dos Deputados e que vai manter sua candidatura até o fim. A eleição ocorrerá no início de fevereiro. Ele calcula que haverá quatro candidatos e diz contar com 80 votos, com base em conversas que vem mantendo com colegas.

Capitão Augusto afirma que sua base eleitoral é formada pelas chamadas bancadas temáticas (frentes parlamentares das áreas de segurança, contra a corrupção, defesa da Lava Jato, defesa da família e cristã), além de deputados bolsonaristas e militares.

“Existe a possibilidade, ainda que remota, de eu conseguir ir para o segundo turno, lembrando que o voto é secreto e temos quase 300 novos deputados, ficando impossível prever qualquer resultado. Acredito que as bancadas temáticas terão uma força grande nessas eleições, sendo assim, decido manter minha candidatura até o final”, diz ele na nota.

Da Redação/WS
Fonte: Agência Câmara de Notícias

PAÇO DO LUMIAR: Blocos partidários já se formam em torno de um nome para a Presidência da Câmara

Vereadores Fernandinho, Fernando Feitosa, Ana Lucia, Miércio e Paulo Henrique

A maior bancada de vereadores eleitos no município de Paço do Lumiar-MA, é a do partido avante com 4 novos vereadores eleitos, são eles: Paulo Henrique com 1306 votos (o mais votado), Fernando Feitosa com 804 votos, Miércio com 703 e Fernandinho com 651 votos. Esse quarteto, mesmo após as eleições municipais, vem se reunindo e traçando estratégias no sentido de votarem juntos, ou seja, a bancada toda irá votar no mesmo candidato a Presidência da Câmara Municipal de Paço do Lumiar. Fato este, que de certa forma os deixaram mais unidos e coesos.

Com toda essa movimentação, os novatos eleitos do partido Avante, estiveram juntos hoje com mais uma campeã de votos, a única vereadora eleita do partido PSD, Ana Lucia que obteve 1.004 votos e se reelegeu, a qual se juntou ao bloco no sentido de compor a articulação da eleição da câmara municipal que se avizinha. Agora, o bloco é composto por 5 votos, já pesa e tem tudo para se organizarem na mesa diretora.

O nome ainda não foi definido, haja vista, a base do segundo colocado nas eleições ao cargo de prefeito a Fred Campos, ter formado 14 vereadores, a maior bancada já eleita de um mesmo grupo político na história de Paço do Lumiar. Porém, desses 14 vereadores eleitos, 11 ainda estão ligados diretamente a Fred campos, dois já debandaram (Fernando Muniz e Miau) e um está evasivo, não se tem tanta confiança que irá permanecer no grupo (não irei citar o nome por uma questão de ética).

Ao que tudo indica, é que os vereadores eleitos da base de Fred, estão se organizando em blocos e se juntando aos poucos sem interferência externa.  O segundo bloco formado pelo Partido Liberal (PL), é composto por 3 vereadores, Mary do Mojó 719 votos, Rafael Neves 648 votos e Bianca Mendes 641. Eles, caso formem um bloco, serão decisivos caso se unam ao Avante, pois, existem os partidos que elegeram apenas um vereador e assim em cada diálogo surge uma articulação. O PL por exemplo, poderá articular um desses vereadores solitários a compor e assim os blocos serão formados para a construção do nome que seja consenso para presidi-los.

Ocorre também, não apenas os cargos na mesa diretora, como também articulação para líderes da maioria, da minoria, de oposição e até do governo, etc.. e assim vai se consolidando o desenho para a presidência da câmara.

O nome do vereador Jorge Maru, para ocupar a presidência deu uma esfriada, está perdendo a evidência, o que pode alegrar alguns postulantes novatos que já demonstraram interesse como Miércio e Fernando Feitosa. Entramos em contato com os vereadores para perguntar quem seria o nome e fizeram um certo mistério, mas, sabemos que há uma preferência, porém, nada anunciado até o momento, obviamente, para não atrapalhar as articulações em meio a todo esse processo.

Inácio Ferreira (PTB), segue fazendo o dever de casa e está transitando bem entre os nomes para ocupar a cadeira de presidente

Por outro lado, a base da Prefeita Paula Azevedo (PCdoB), observa as mudanças e costura um possível nome, ao que indica, Inácio Ferreira (PTB), ainda se mantém mais articulado e em evidência rumo a presidência,  já que o atual Presidente Fernando Muniz (PP) não se viabilizou devido o histórico não muito agregador. Segundo fonte confiável, não há coalizão sem que haja permanência efetiva do vereador reeleito Inácio Ferreira, ou seja, Inácio ainda está a frente de qualquer queda de braço para que haja união do grupo em sua totalidade.

Mais novidades iremos informar…

 

PAÇO DO LUMIAR: Vereador que teve esposa condenada pela justiça por crimes de falsidade ideológica e peculato está cotado para assumir a Secretaria

Vereador Wellington Sousa (PSB) e sua Esposa Carla Sousa

O Vereador Paço do Lumiar-MA, Wellington Sousa (PSB), reeleito nestas eleições de 2020 com 712 votos, sendo o único eleito do partido, está cotado para assumir a Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social (SEMDES). Inicialmente, a ideia da prefeita é agregar e aglutinar pessoas de confiança ao seu redor. Durante a campanha eleitoral, Wellington colou com a prefeita eleita e se esforçou ao máximo em sua eleição no afã de ser o possível Presidente da Câmara Municipal, como o nome não decolou entre os colegas e a inexpressiva quantidade de vereadores em torno da base da prefeita é composta apenas por 4 vereadores e mais dois debandados, a prefeita Paula Azevedo (PCdoB), encontrou uma saída para agregar os derrotados nas urnas, pois, com a possível saída de Wellington Sousa para a pasta de desenvolvimento social, quem assume é a primeira suplente Carmem Aroso (PSB).

Contudo, o vereador Wellington Sousa (PSB), é esposo da Carla Parla Patrícia Alfredo de Oliveira Sousa e Cunhado da Danielle Alfredo Oliveira Calvet, ambas condenadas pela prática de Falsidade Ideológica e Peculato e condenadas pelo juiz de Direito Fernando Luiz Mendes Cruz da 7ª Vara Criminal a um ano de prisão. Relembre e olhe os vídeos da confissão das irmãs obtidos com exclusividade na época através no Blog do DC aonde as duas falam os detalhes de toda a ação.

Fato este, publicado no dia 20 de outubro de 2020, justamente no período eleitoral, fato que deve ter atrapalhado um pouco a campanha da reeleição do vereador eleito. Entretanto, mesmo com toda essa tempestade, O ver. Wellington Sousa (PSB), foi campeão das urnas em seu partido e já foi diplomado, esperando então, uma possível nomeação para ocupar o cargo de Secretário Municipal na Gestão da Prefeita Eleita Paula Azevedo (PCdoB).

Quem não está nada contente com esses avanços é uma pessoa muito ligada a prefeita (que não quis se identificar) que nos informou com todas as letras que a nomeação poderá até a acontecer, porém, não para a SEMDES, por se tratar de uma secretaria grande e que daria muita visibilidade ao vereador, deixando-o em muita evidência local.

Mas, essas questões serão frutos de matérias futuras…

MATÉRIA: Moreira Neto 
Edição: Dr. Canta Pedra / Mário Filho 

BRASÍLIA: Sancionada lei que altera Fust, com veto a banda larga em todas as escolas públicas até 2024

Também foi vetada previsão de que recursos do Fust fossem utilizados para cobrir investimentos em telecomunicações em municípios com baixo IDH

Paulo H Carvalho/Agência Brasília
Comunicação - internet - estudantes - O Wi-Fi Social é um projeto da Secretaria de Ciência e Tecnologia (Secti) e alcançou hoje 42 pontos em todo o DF. O sinal foi colocado em três diferentes locais da Vila Estrutural

Pela nova lei, os recursos do Fundo de Universalização dos Serviços de Telecomunicações poderão utilizados na ampliação da banda larga em escolas públicas

O presidente da República, Jair Bolsonaro sancionou, com vetos, a Lei 14.109/20, que permite o uso de recursos do Fundo de Universalização dos Serviços de Telecomunicações (Fust) para a ampliação da banda larga em escolas públicas. A norma altera a legislação do setor – Lei do Fust e Lei Geral de Telecomunicações – que hoje só permite que os recursos do fundo sejam utilizados para a expansão da telefonia fixa.

A lei foi publicada no Diário Oficial da União ontem quinta-feira (17), com vetos, que serão analisados pelo Congresso Nacional. Um dos dispositivos vetados, por recomendação do Ministério da Economia, estabelecia que, na aplicação dos recursos do Fust, seria obrigatório dotar todas as escolas públicas brasileiras, em especial as situadas fora da zona urbana, de acesso à internet em banda larga, em velocidades adequadas, até 2024.

Conforme mensagem presidencial, a proposta cria despesa pública sem apresentar a estimativa do respectivo impacto orçamentário e financeiro, violando dispositivo constitucional, a Lei de Diretrizes Orçamentárias e a Lei de Responsabilidade Fiscal.

A lei é oriunda do Projeto de Lei 1481/01, aprovado pela Câmara dos Deputados em dezembro de 2019, na forma do substitutivo do deputado Vinicius Poit (Novo-SP), e pelo Senado Federal em novembro deste ano (PL 172/20).

Municípios com baixo IDH
Também foi vetado, por recomendação dos Ministérios das Comunicações e da Economia, dispositivo que estabelecia que os recursos do Fust seriam destinados a cobrir, no todo ou em parte, nas regiões de zona rural ou urbana que tenham baixo Índice de Desenvolvimento Humano (IDH), os investimentos e custos direcionados às ações para serviços de telecomunicações.

“A medida contraria o interesse público, tendo em vista que restringe o uso dos recursos do fundo às regiões de zona rural ou urbana com baixo índice de IDH, restando, assim, um quantitativo reduzido de municípios que poderiam ser contemplados”, afirma a mensagem presidencial.  “Além disso, a proposta dificultaria a conceitualização e a operacionalização para fins de mensuração dos dados de projeção e destinação dos recursos para o atendimento dessas localidades”, acrescenta.

A mensagem diz ainda que “o dispositivo poderia criar uma vantagem competitiva para os provedores que receberem recursos do fundo, uma vez que teriam custos de produção mais baixos em razão dos subsídios do Fust, os quais favorecem as empresas específicas em detrimento dos concorrentes”.

Utilização do Fust
Este ano a lei do Fust completou 20 anos, sem que os recursos do fundo praticamente tenham sido utilizados de fato para investimentos no setor de telecomunicações.

Segundo dados da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), mais de R$ 22,6 bilhões já foram arrecadados pelo fundo desde a sua criação – cerca de R$ 1 bilhão por ano. Relatório divulgado pelo Tribunal de Contas da União (TCU) em 2016 mostrou que, dos R$ 16,05 bilhões arrecadados entre 2001 e 2015, apenas 1,2% foi utilizado na universalização dos serviços de telecomunicações.

Reportagem – Lara Haje
Edição – Roberto Seabra / Moreira Neto

 

PAÇO DO LUMIAR: Vereador Jorge Brito fica na Geladeira mais uma vez e três novatos são diplomados pelo PL

Candidatos que eram favoritos que disputaram as eleições pelo Partido Liberal (PL).

Conforme já falamos, estamos abordando matérias que foram publicadas em nosso blog muito antes das eleições, aonde fizemos uma breve análise sobre o possível cenário de eleitos por partido e em quase todas as nossas citações, acertamos.

Lembro que as postagens com os “possíveis eleitos” gerou muita confusão e recebemos inclusive o título de louco. Enfim, continuamos a fazer nosso trabalho e as pressões foram tão grandes a cerca do assunto que acabamos decidindo não postar de todos os partidos nossa análise. Entretanto, as que foram postadas, estamos relembrando aos nossos leitores e aos críticos que tanto nos julgaram.

Falamos no dia 05/08/2020 que o Partido Liberal (PL) elegeria 4 vereadores e citamos sete nomes (que estariam na briga pelas 4 vagas) sendo que um seria reconduzido ao cargo, no caso, o Ver. Jorge Brito, pelo fato de ter sido o mais bem votado das eleições de 2016 com 1.230 votos, porém, ficou só na promessa e amargou mais uma derrota, obtendo apenas 508 votos, menos da metade da eleição passada. Vale Salientar que o Jorge Brito já disputou 6 eleições para  cargo de vereador, vejam a trajetória:

Print Extraído pelo divulgacand, se houver outra eleição que o candidato tenha participado não consta no TSE.

 

 

Ano 2000: Partido: PMDB Resultado: Eleito com 509 votos (não consta no print, porém confirmado no google e no portal detalhado do TSE em “eleições anteriores”
Ano 2004: Partido: PDT Resultado: Reeleito com 789 votos  
Ano: 2008 Partido: PTB Resultado: Suplente;
Ano: 2012 Partido: PSC Resultado: Eleito por Média com 587 votos; 
Ano: 2016 Partido: PSDB Resultado: Reeleito sendo o mais votado com 1.230 votos; 
Ano: 2020 Partido: PL Resultado: derrotado com apenas 508 votos.

Enfim, nessa humilde análise, quase acertamos em sua totalidade, pois, após a apuração dos votos o vereador citado acima não conseguiu lograr êxito e foi para a geladeira. Contudo, ao invés de 4 vereadores eleitos (conforme havia falado), foram eleitos 3, isso mesmo, três vereadores novatos, ou seja, a análise foi coerente, apesar das criticas.

No PL haviam propostas de candidatos favoritos como Éder Alencar e infelizmente baixou muito sua votação da eleição passada para esta tirando apenas 429 votos. Acrysio Botão teve sua candidatura indeferida e por conta disso renunciou e indicou Neto Botão que disputou pelo partido Avante e pontuou com 430 votos. Já Dr. Fabricio, vindo de fora, pela primeira vez candidato, ainda pontuou com 459 votos e também ficou na geladeira.

Os campões de votos do partido foram Mary do Mojó com 719 votos, a mais votada do PL, em seguida Rafael Neves com 648 votos e por fim Bianca Mendes com 641 votos. Todos os 3 eleitos pela primeira vez, tirando a vaga daqueles que estavam com o mandato na mão e não fizeram nada de tão relevante para garantir a reeleição.

MATÉRIA: Moreira Neto 
EDIÇÃO: Celly Alves, Dr. Canta Pedra, Mário Filho